Quando falamos em gestão financeira de uma empresa, o que vem primeiro à sua cabeça? Certamente você pensa sobre o faturamento, as contas a pagar, as contas a receber e tudo aquilo que envolve os recursos da companhia que estão no banco, correto? Mas a verdade é que a gestão financeira é muito mais ampla e complexa do que isso.

A gestão financeira de uma empresa engloba todos os números relacionados ao negócio. Ou seja, ela abrange a situação do balanço da empresa, as cobranças que precisam ser feitas, o faturamento que será obtido a cada período, enfim, todos os indicadores referentes às despesas e às receitas. Nesse cenário complexo, você sabe como a terceirização de processos pode trazer eficiência para a gestão financeira de uma empresa? É sobre isso que vamos falar aqui.

O que você deve levar em conta para saber se uma gestão financeira é eficiente

Uma gestão financeira eficiente em uma empresa significa que o gestor do negócio tem um controle bom e claro das despesas e das receitas. Ele trabalha com informações precisas e atualizadas que o ajudam a entender não apenas o cenário atual da companhia, mas o que é tão importante quanto: a comparar períodos.

Com essas informações em mãos, o gestor consegue comparar os números da empresa obtidos nesse momento com aqueles que já foram conquistados em outros períodos. A eficiência na gestão financeira é conquistada, dessa forma, com o tratamento das informações financeiras da companhia.

Faz parte desse processo a avaliação da performance da companhia, quando o gestor percebe se a empresa está performando igual, melhor ou pior do que em períodos anteriores. O mesmo vale para o faturamento da companhia e para a produtividade dela – com dados precisos, seguros e atualizados, o gestor consegue saber se a empresa está evoluindo, se está estagnada ou se registra um desempenho em decadência.

Como a terceirização pode aumentar a eficiência da gestão financeira

A terceirização dos processos de contabilidade, faturamento e finanças de uma empresa – que normalmente tem o seu core (“coração” do negócio) em outra frente de atuação – ajuda a companhia a ganhar eficiência na gestão financeira do negócio.

Isso acontece porque os gestores da empresa deixam de se preocupar e de gastar recursos com essa área-meio da companhia e passam a focar nas áreas que realmente trazem resultado financeiro para o negócio, como a de vendas, a de produção e a de compras. É nelas que uma empresa pode conseguir o melhor resultado financeiro.

Como comentamos em outro texto aqui no blog, quando uma empresa terceiriza a área contábil, fiscal e financeira, entregando essas áreas-meio para uma outra empresa que é especializada e que tem expertise nisso, ela economiza nos gastos com pessoas, processos e sistemas e ganha em eficiência.

Procurando um dos serviços de uma empresa especializada como a Dressler, a sua empresa terá mais tempo e recursos para dedicar para a sua área-fim. Sem contar que, terceirizando os processos da área contábil, fiscal e financeira, a sua empresa terá a garantia de que tudo estará funcionando com perfeição nessas áreas.

Apesar da área contábil e fiscal, assim como a gestão financeira, não trazerem propriamente o resultado da sua companhia no final do mês, uma gestão ineficiente ou inadequada dessas áreas-meio podem ser muito prejudiciais para os negócios.

Imagine, por exemplo, que você atua no setor industrial e que a sua empresa teve algum problema em uma linha de produção. Sem a integração de informações de todas as áreas com a contabilidade, a parte fiscal e a financeira, a sua empresa terá uma ideia do prejuízo causado por algumas horas de produção parada apenas no final do mês, quando não será mais possível reverter o problema.

Agora, se você terceiriza os seus processos com uma empresa como a Dressler, todas as informações estratégicas da sua empresa poderão ser acessadas em tempo real e, inclusive, de forma remota. Assim, no caso do exemplo anterior, a sua indústria conseguiria agir com muito mais agilidade para minimizar os problemas criados pela linha de produção que teve uma parada inesperada.

Sabendo o tamanho do prejuízo imediatamente, você conseguiria, por exemplo, readequar as entregas para que um determinado pedido não deixasse de ser atendido, ou conseguiria negociar mais prazo se o caso da produção fosse de um cliente específico. Em resumo: com processos integrados, a sua empresa conseguiria fazer uma gestão muito mais eficiente.

Dessa maneira, a terceirização de processos a gestão financeira ganha eficiência porque todas as informações importantes para o negócio serão padronizadas, confiáveis e acessíveis para a tomada de decisões e para o diagnóstico preciso do negócio – inclusive comparando os dados com períodos anteriores da gestão financeira.

Um outro exemplo prático que demonstra como a terceirização de processos traz eficiência para a gestão financeira de uma empresa é quando se evita um prejuízo causado por um erro no faturamento de uma linha de mercadorias.

Por um erro humano, por exemplo, os custos de determinados produtos podem ter sido registrados errado e o preço final praticado no mercado ser 10% menor do que deveria. Com a terceirização desse controle através do uso de um sistema integrado, esse erro seria rapidamente diagnosticado, evitando que a precificação equivocada fosse para o mercado.

Esses são apenas alguns exemplos de como – quando a sua empresa trabalha com um sistema adequado de gestão financeira, de pessoas e de processos – todas essas informações vitais para o negócio são vistas com muito mais rapidez do que na forma tradicional de trabalhar com a contabilidade – quando, para algumas empresas, essas informações de prejuízos seriam divulgadas para a gestão somente 10 ou 15 dias depois do ocorrido ou do fechamento mensal.

 

cta_blog_esocial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *